Será que não chegou a hora de você ter uma parcela dos seus ativos no exterior ?

Atualizado: Jan 28



Apesar de fechar dezembro em queda de quase 3%, o dólar encerrou 2020 com uma valorização de quase 30% sobre o real. Para 2021, a expectativa do mercado é de um dólar mais fraco, o que não necessariamente significará um real mais forte.


Mas quando o assunto é expectativa sobre o dólar, o mercado projeta um caminho de depreciação em 2021, devido aos sinais já enviados pelo novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.


Um dos acenos mais relevantes é um novo pacote de estímulo nos EUA, de US$ 1,9 trilhão. Com mais dinheiro entrando em um mercado extremamente líquido, investidores tendem a sair em busca de risco e o destino costuma ser países emergentes, como o Brasil. Em novembro, por exemplo, a bolsa brasileira teve recorde de entrada de capital estrangeiro: R$ 34 bilhões.


No caso do Brasil, ainda que o cenário externo sinalize uma valorização do real, é preciso que uma série de demandas internas sejam destravadas para que uma apreciação da moeda seja, de fato, concretizada. A pandemia, por exemplo, vai continuar pesando nas cotações no curto prazo, uma vez que os casos de covid-19 estão aumentando e a velocidade de vacinação segue em um ritmo muito lento se comparada à de outros países.


Além disso, a propagação do coronavírus traz de volta as discussões sobre a retomada de incentivos fiscais, como o auxílio emergencial e linhas de créditos especiais, acendendo o alerta sobre a manutenção do teto de gastos do País.


Ainda que muitas projeções apontem para um dólar mais depreciado no contexto internacional é importante o investidor manter algum tipo de reserva em dólar na carteira, seja por meio de fundos ou outros ativos atrelados as moedas estrangeiras.

O papel da FAIRFIELD é justamente ajudar os nossos clientes de forma que eles possam ter a seguinte mentalidade devidamente estabelecida:


“Se o Brasil está bem, eu estou bem! Se o Brasil está mal, eu continuo bem !”

Como nosso trabalho impacta no futuro financeiro dos nossos clientes, cuidamos para que todos eles tenham dólares quando realmente precisarem e não puderem mais voltar ao passado pra mudar alguma coisa.


Pouco importa a cotação do dólar quando você começa a guardar, investir, acumular, ou formar a sua reserva internacional. O que importa de verdade é quantos dólares você vai ter quando precisar sacar aos 60, 70 anos e quiser manter seu estilo de vida, sem precisar se preocupar nem com preços nem com a cotação.


O que você quer é desfrutar das suas conquistas !

Lá na frente você não terá mais tempo para voltar atrás para corrigir o passado e começar a poupar em dólares. Então você precisa começar hoje a converter seus reais em dólares e também passar a investir esses dólares

Conte com a consultoria especializada da FAIRFIELD e saiba mais como ter uma estratégia internacional de forma prática e segura !


Comece hoje mesmo um projeto de internacionalização financeira e tenha o mundo ao seu alcance.


* Esse artigo foi escrito por Francisco Gomes com a colaboração de Arão Bernardes | Unity Advisers



Francisco Gomes

CEO | Fairfield BR

44 visualizações0 comentário
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

Rua Iguaçu, 209 - Sala 42

Offcina Café

89030-030 - Blumenau - SC

+55 47 3053-0615

+55 47 98828-0256

+55 48 99975-4698

contato@fairfield.com.br

4a4ef987cbca1386f1538bb171eaf27e.png
4a4ef987cbca1386f1538bb171eaf27e.png

Fairfield Proteção e Inteligência Financeira é nome fantasia da Cadastro Serviços e Corretora de Seguros Ltda

Possui o registro da marca e todos os direitos reservados

CNPJ: 13.381.310/0001-45 - SUSEP 20.2030.007 - CRA/SC 12134

©2018 by Fairfield Proteção e Inteligência Financeira.